XIV Panorama Coisa de Cinema em Salvador e Cachoeira terá mostra inédita de cinemas africanos

Festival acontece entre os dias 11 e 21 de novembro. Destaque da mostra é o longa “Rafiki”, da cineasta queniana Wanuri Kahiu.

Uma mostra inédita de cinemas africanos fará parte da programação do XIV Panorama Internacional Coisa de Cinema. O festival acontece entre os dias 11 e 21 de novembro, em Salvador e Cachoeira, no recôncavo baiano.

A proposta é proporcionar espaços de exibição para longas e curtas-metragens produzidos na África nos últimos dez anos, trazendo uma série de produções nunca exibidas na Bahia. Filmes produzidos no Quênia, Nigéria, Senegal, Burkina Faso, Sudão e África do Sul compõem a mostra.

O destaque da mostra é o longa “Rafiki”, da cineasta queniana Wanuri Kahiu, que foi o primeiro filme do país a ser selecionado para o Festival de Cannes, onde estreou este ano. A obra foi banida do Quênia por contar uma história de amor entre duas adolescentes.

Alguns títulos ainda serão confirmados, mas a expectativa é exibir cerca de 30 produções realizadas no continente africano e também na diáspora francesa, seguindo três eixos temáticos: ativismo e micropolíticas, universo da mulher e universo da infância.

A curadoria é de Ana Camila Esteves, produtora, jornalista e pesquisadora de cinemas africanos. Ela divide a curadoria da mostra com a pesquisadora espanhola Beatriz Leal Riesco, crítica e curadora especializada em arte e cinema contemporâneos da África, Europa e Oriente Médio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *