Vitória tem efeito suspensivo negado; Ramon é punido e desfalca Ba-Vi

O sonho do Vitória em ter o time completo para a final do Baianão, domingo, 8, contra o Bahia, transformou-se em prejuízo nesta sexta-feira, 6, após mais de duas horas de julgamento no pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro.

O tribunal negou o pedido de efeito suspensivo e decidiu manter a maior parte da pena imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-BA) aos envolvidos na confusão generalizada no primeiro Ba-Vi da temporada, em fevereiro.

A entidade ainda puniu o zagueiro Ramon, do Rubro-Negro, absolvido anteriormente com um jogo. Com isso, ele desfalcará o time no clássico decisivo.

O alento do Leão foi a redução da pena de Kanu, que se livrou da multa de R$ 75 mil e da suspensão de 90 dias. A possível exclusão do Vitória do Campeonato também foi descartada pela acusação.

Diante dos fatos de agressões, o STJD manteve o rigor imposto pelo tribunal baiano com oito jogos de suspensão a Kanu, Yago, Denilson, Rhayner, Edson e Rodrigo Becão. Kanu foi o único a ter pena reduzida, pois havia recebido 11 jogos anteriormente. Vagner Mancini continua com a punição de cinco partidas, por supostamente ordenar a expulsão de seus atletas, e não vai comandar o time à beira do gramado na final.

Precisando apenas do triunfo para faturar o campeonato, o Vitória – time que possui o segundo melhor ataque no ano entre os times da Série A do Brasileirão – vai ter que suar para balançar as redes do rival. Isto porque os cinco atletas suspensos (Kanu, Ramon, Yago, Rhayner e Denílson), juntos com os machucados André Lima e Bryan, são responsáveis por 25 gols dos 49 gols do Leão na temporada. Ou seja, o Vitória não vai contar com os autores de 51% de seus tentos no ano.

Último treino

Neste sábado, 7, o Vitória encerra a preparação para a decisão do Campeonato Baiano em treino com portões abertos para seus torcedores. A entrada será pelo portão principal do Barradão, a partir das 9h30.

Com melhor campanha até a final, mas derrotado na Arena Fonte Nova por 2 a 1, o Rubro-Negro precisa de um triunfo simples, por qualquer placar, para assegurar o tricampeonato baiano.

Se perder ou empatar, o título de 2018 ficará nas mãos do arquirrival.

Ingressos

Esgotaram-se nesta sexta os ingressos para o setor de arquibancada para o clássico de domingo. Agora, restam apenas bilhetes para as cadeiras do Barradão, que são comercializadas pelos valores de R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

Vale lembrar que o clássico será disputado com torcida única. Será a quarta vez que o Barradão recebe um jogo nesses moldes. Até aqui, foram dois empates em 0 a 0 e um triunfo do Leão por 2 a 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *