STJ nega habeas corpus e mantém prisão de Ricardo Machado, ex-prefeito de Santo Amaro

O ex-prefeito de Santo Amaro, no Recôncavo, Ricardo Machado, teve um novo pedido de habeas corpus negado pela Justiça. Acusado de participar de desvios da ordem de mais R$ 20 milhões, Machado teve o habeas corpus indeferido pelo ministro Neli Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo a Coluna Satélite, do Correio, o ministro declarou que a prisão preventiva do ex-gestor “apresentou fundamentação na garantia da ordem pública e na conveniência da instrução criminal” devido a tentativa de Machado de tentar forjar a versão dos fatos “inclusive com reuniões prévias com os demais envolvidos”.

Na defesa do habeas corpus, os advogados do ex-prefeito argumentaram que ele “sofre constrangimento ilegal, porque a prisão preventiva foi decretada sem fundamentação idônea e com ausência de contemporaneidade”. Ricardo Machado é um dos alvos da Operação Adsumus do Ministério Público do Estado (MP-BA). Em maio, o ex-mandatário teve um rebanho de animais de raça avaliado em R$ 474,5 mil confiscado, além de R$ 3,2 milhões bloqueados pela Justiça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *