Só quatro titulares do Bahia estão garantidos no elenco em 2018

O Bahia terminou 2017 em alta. Ainda que nas três últimas rodadas, contra Sport, Chapecoense e São Paulo, tenha somado apenas um ponto, o tricolor brigou ate o fim do Brasileiro por um vaga na Libertadores e, por isso, vários atletas encerraram a competição bastante valorizados.

Em seu discurso, o novo presidente, Guilherme Bellintani, tem priorizado as renovações de contrato, para manter uma boa base em 2018. Jean, Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Renê Junior e Edson; Zé Rafael, Allione e Mendoza; Edigar Junio; além do técnico Paulo Cézar Carpegiani, formaram a equipe mais utilizada na reta final do campeonato.

Na prática, no entanto, apenas quatro desses considerados titulares têm presença garantida na próxima temporada. A dupla de zaga Tiago e Lucas Fonseca teve contrato renovado e permanece, assim como Zé Rafael e Edigar Junio, com contrato em vigor, e que, apesar do assédio de outros clubes, não serão negociados. O próprio presidente tricolor assegurou a permanência do cobiçado meia-atacante.

“Zé Rafael fica no clube para 2018. Atleta que faz parte de uma estrutura esportiva que a gente pretende projetar para o ano que vem. Atleta muito importante para essa estrutura. Atleta que garantiu a formação do nosso perfil de jogo. Ele fica no Bahia para 2018”, garantiu.

O lateral-direito Eduardo não teve seu contrato renovado por opção da diretoria. Renê Júnior acertou com o Corinthians e, por isso, não ficará no Fazendão. Allione voltou ao Palmeiras a pedido do novo treinador Roger Machado e dificilmente retornará, pelo menos no primeiro semestre, e Mendoza, apesar de não estar nos planos do Corinthians, parece não ter interesse em permanecer em Salvador para um novo empréstimo.

Por fim, as joias da base, Jean e Juninho Capixaba. O goleiro, um dos destaques do tricolor na campanha do Brasileirão da Série A, foi vendido ao São Paulo por R$ 9 milhões. Ele assinou contrato de cinco anos com o tricolor paulista. Na negociação, o Bahia ficará com o meia Régis em definitivo por três anos e ainda receberá um outro atleta do time comandado por Dorival Júnior. A diretoria do Esquadrão tem interesse no zagueiro Iago Maidana, que pertence ao time do Morumbi e disputou a Série B deste ano pelo Paraná. Caso ele não seja inserido no negócio, o Bahia terá uma compensação, seja financeira ou com outro jogador.

Já Juninho Capixaba segue como alternativa do Corinthians para a saída do lateral-esquerdo Guilherme Arana, vendido ao Sevilla, da Espanha. Por isso, o alvinegro cogita ceder alguns atletas em troca, além de uma compensação financeira. As negociações estão em andamento e devem ganhar força na próxima semana, quando a diretoria do time paulista consultará o técnico Fábio Carille sobre os jogadores que ele pretende utilizar. Sendo assim, outros ficarão disponíveis para envolvimento no negócio.

O goleiro Douglas, o lateral-esquerdo Moisés e o meia Marlone estão na pauta do Bahia. Resta agora convencer aos atletas.

Edson
Dentre as renovações ainda buscadas pelo Bahia, a que está mais próxima de se concretizar é a do volante Edson. Ele já manifestou interesse em permanecer, mas tem contrato com o Fluminense até agosto de 2018. Os clubes e o empresário do jogador tentam chegar a um acordo para que ele se apresente no Fazendão já em janeiro.

Com situação bem encaminhada e dependendo apenas da oficialização do Bahia estão o lateral-direito Nino Paraíba, que inclusive já está em Salvador, além dos volantes Elton e Nilton, que deve ser anunciados como os primeiros reforços para 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *