Santo Amaro: Ricardo Machado é novamente condenado pelo TCM

Além de responder a diversos processos e ser alvo principal na Operação Adsumus o ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado, terá que devolver aos cofres municipais R$ 76 mil e pagar multa de R$10 mil. O motivo é a fraude na contratação de empresa para realização da construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Fazenda São Bento com a empresa Grautech Construtora Ltda, ao custo de R$428 mil. A decisão de punir o parlamentar foi tomada na sessão do Tribunal de Contas do Município, na tarde desta quarta-feira (13).

Um outro contrato, também irregular, no valor de R$200 mil, foi celebrado para obras de contenção, no bairro Derba. De acordo com uma denúncia apresentada ao Tribunal de Contas do Município pelo vereador Justino dos Santos, apesar dos pagamentos realizados, as obras, na época da denúncia, não foram localizadas, embora os pagamentos tenham sido realizados

O conselheiro relator, Fernando Vita, com o voto favorável dos demais conselheiros presentes à sessão, decidiu também pela formulação de denúncia ao Ministério Público Estadual para que o ex-prefeito Ricardo Machado seja investigado e denunciado à Justiça por crime de improbidade administrativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *