Santo Amaro: Justiça mantém condenação do ex-prefeito Ricardo Machado

O ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT) perdeu mais uma briga na Justiça Federal. Condenado por abuso econômico e investigado por suspeitas de desvio de mais de R$ 20 milhões dos cofres públicos,  Ricardo Machado, teve recurso rejeitado pelo Tribunal Superior Eleitoral, e segue inelegível. Por unanimidade, os ministros negaram os embargos de declaração impetrados pela defesa.

Solto em 2018, Machado tinha sido preso por envolvimento também em fraudes de licitações no município. O TSE decretou que o argumento da defesa para a acusação de irregularidade na eleição de 2012 é “mero conformismo”, e ainda que a matéria não é mais passível de “rediscussão”.

Na época, o ministro Edson Fachin reiterou no seu texto que “o TRE-BA considerou caracterizado o abuso de poder político e econômico, bem como a captação ilícita de sufrágio, pelos ora agravantes, decorrente da contratação temporária de pessoas no serviço público municipal no período eleitoral e em troca de votos”.

 

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *