Santo Amaro: Justiça Federal marca para março decisão do processo que pode condenar Ricardo Machado

O Juiz do Tribunal Regional Federal-TRF1, Fábio Moreira Ramiro, emitiu no último dia 23 de janeiro um parecer rejeitando o pedido de  absolvição de mais um processo, com fraude em licitação, que o ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT) responde na justiça. Além disso, o Juiz Federal reduziu a quantidade de testemunhas para a defesa do processo contra Ricardo Machado, envolvido em desvios de dinheiro público e fraude em licitação.

A Operação Adsumus foi comandada pelo Ministério Público e desvendou o maior esquema de corrupção da história de Santo Amaro onde acusa Ricardo Machado e outros participantes de desviar mais de R$26 milhões do cofres públicos. Em outubro de 2018 Ricardo estava preso pela operação Adsumus conseguiu liminar mas continuou na prisão por uma decisão do Tribunal de Justiça da Bahia em outro processo de corrupção. O relator do processo, o desembargador Julio Cezar Travessa, afirmou que “a soltura do suposto líder do grupo criminoso certamente seria um fator facilitador da dissipação dos ativos desviados”.
Na decisão do TRF1 do dia 23 desse ano, o juiz federal, rejeitou o pedido de  absolvição de Ricardo e marcou para o dia 03 de março de 2020, às 16:30h, a realização da audiência de instrução para oitiva das 05 (cinco) testemunhas arroladas pela acusação e residentes nesta capital e região metropolitana.
Segundo o Juiz as testemunhas de defesa arroladas pelo réu Ricardo Jasson Magalhães Machado do Carmo, deverão ser intimadas para limitar o número das testemunhas ao máximo legal, nos termos do art. 401 do CPP, devendo indicar 08 (oito) testemunhas em relação às quais pretende a realização da prova. CONFIRA A DECISÃO DA JUSTIÇA NO SITE OFICIAL DA JUSBRASIL: (AQUI)

Um comentário em “Santo Amaro: Justiça Federal marca para março decisão do processo que pode condenar Ricardo Machado

  • fevereiro 6, 2020 em 10:41 pm
    Permalink

    É preciso investigar pesado as prefeituras dos municípios baianos, a corrupção tá em todo canto!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *