Santo Amaro: enfraquecido, Ricardo tenta segurar grupo com ação na internet

Integrantes do grupo do ex-prefeito, Ricardo Machado (PT), compartilharam por meio das redes sociais nessa quinta-feira (14), um card fazendo menção a um possível retorno de Ricardo as eleições de 2020. De acordo com a oposição ao ex-prefeito no município a ação de Ricardo seria uma preocupação com a debandada de lideranças por conta do difícil cenário que ele encontra na cidade. Ricardo está em liberdade graças a um habeas corpus que o tirou da prisão por conta da Operação Adsumus, que lesou os cofres públicos de Santo Amaro em mais de R$20 milhões de reais.
O fato é que Ricardo teve contas reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios-TCM, a de 2015 ainda será julgada e a de 2016 poderá ser votada na câmera municipal de vereadores a qualquer momento e o ex-prefeito não teria apoio dos edis. Além disso, Ricardo ainda teria que enfrentar o julgamento da Operação Adsumus que também poderia deixar-lo inelegível. Lideranças da política de Santo Amaro já confirmaram a tentativa de Ricardo em colocar sua esposa para concorrer, no entanto, já demonstrou que não pontua e nem agrega força para tanto. O Card teria a foto de Ricardo rebaixada com as cores usadas em todas as suas campanhas. Confira:

Um comentário em “Santo Amaro: enfraquecido, Ricardo tenta segurar grupo com ação na internet

  • fevereiro 15, 2019 em 11:11 am
    Permalink

    Muito pelo contrário! O atual gestor é o principal cabo eleitoral de Ricardo! O prefeito faz uma administração catastrófica, já é investigado por várias denúncias no MP, os professores têm ojeriza a atual gestão, a maioria esmagadora dos formadores de opinião da cidade o criticam com veemência, não tem maioria na câmara de vereadores, não apresentou até o presente momento políticas públicas exequiveis em nenhuma secretaria, não tem governança, nem governabilidade, além disso, o atual presidente da câmara municipal de vereadores, disse que abrirá uma CPI para investigar suspeita de corrupção! Ou essa matéria foi tendenciosa, ou o jornalista está muito mal informado da atual conjuntura política da cidade!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *