Saída de Onyx pode piorar articulação do governo, avalia centrão

Avaliação de líderes do centrão ouvidos pelo jornal O Globo é a de que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, passa por um processo de “fritura”.

Segundo a publicação, após o presidente Jair Bolsonaro afastá-lo da articulação política, sua saída do cargo passou a ser objeto de especulação.

Para alguns líderes, a fragilidade de Onyx é recebida como um sinal preocupante e um indicativo da deterioração na relação entre Executivo e Legislativo.

O processo de “fritura” se dá às vésperas de uma semana importante para a articulação política do governo, com a tentativa de se votar, até a quinta-feira (4), a reforma da Previdência na comissão especial da Câmara.

Desde o início do mandato de Bolsonaro, Onyx passou por dificuldades para atender às demandas de deputados. Nas últimas semanas, no entanto, segundo os parlamentares, houve uma melhora. O ministro se comprometeu a liberar verba para emendas e passou a articular o apadrinhamento de programas regionais para agraciar deputados.

Segundo um interlocutor do ministro, ele tinha o semblante abatido ao longo da semana passada. Mas anteontem garantiu que estava seguro no cargo e que os questionamentos sobre sua saída não passam de especulação.

 

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *