Rui Costa afirma que a Bahia realizará a fase três de testes da vacina Sputnik V, produzida pelo governo russo

A Bahia realizará a fase 3 de testes da vacina Sputnik V, produzida pelo governo russo. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (17), pelo governador Rui Costa, nas redes sociais. De acordo com ele, o martelo sobre o assunto foi batido nesta última quarta (16), em reunião do governo baiano com representantes do governo da Rússia e da União Química, empresa brasileira que vai produzir as vacinas no Brasil.

Em paralelo aos testes, necessários para que o imunizante receba certificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a União Química começará, em janeiro, a produção de doses da Sputnik V. Segundo o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, a fabricação deve começar já no próximo dia 5. O objetivo é que a vacina esteja disponível assim que autorizada pela agência reguladora.

O governo baiano já assegurou 50 milhões de doses do imunizante para possível compra. Ainda segundo o governador, a Bahiafarma vai auxiliar na distribuição da vacina para outros estados e pode também disponibilizar sua estrutura para as etapas finais de produção da substância. “Precisamos da vacina e vamos continuar trabalhando incansavelmente para que baianas e baianos sejam imunizados!”, salientou Rui.

ÊXITO NA FASE 3

Na última segunda (14), o laboratório russo Gamaleya  que a Sputnik V tem eficácia de 91,4% contra a Covid-19. O percentual vem dos dados finais da fase 3 de ensaios clínicos. Segundo o laboratório, foram avaliados números de 22.714 voluntários, dos quais 78 apresentaram Covid-19. Destes, 62 faziam parte do grupo de controle, que recebe um placebo no lugar da vacina. O imunizante também protegeu os voluntários da forma grave da doença em 100% dos casos. Entre os pacientes que receberam o placebo e se infectaram, 20 apresentaram sintomas graves.

Com informações do BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *