Robinson lembra memória de vítimas de explosão de fábrica em Santo Antônio de Jesus e cobra justiça

O vice-líder do governo do estado na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Robinson Almeida (PT), reverenciou a memória das 64 vítimas fatais da explosão da fábrica de fogos em Santo Antônio de Jesus, há 22 anos, em 11 de dezembro de 1998. O acontecimento no Recôncavo Baiano chocou o Brasil e ganhou o noticiário internacional. Até hoje, contudo, os proprietários da fábrica clandestina de explosivos, Oswaldo Bastos Prazeres, dono da fazenda, e seus quatro filhos, apesar de condenados à prisão em júri popular em 2010, estão soltos. A situação levou o Estado Brasileiro a ser condenado, em setembro deste ano, na Corte Interamericana de Direitos Humanos.

“Vamos fazer com que o 11 de dezembro continue vivo até que a justiça aconteça de forma plena e os culpados paguem por seus crimes”, afirmou o parlamentar, que enfatizou a importância da luta por reparação e justiça.

 

Assista ao vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *