‘Rainha do Soul’, Aretha Franklin morre aos 76 anos

A lendária cantora Aretha Franklin, conhecida como a “Rainha do Soul”, morreu nesta quinta-feira, 16, em Detroit, nos Estados Unidos. Ela tinha 76 anos. O anúncio por seu agente, que confirmou a morte a vários meios de comunicação.

Segundo a AFP, Aretha estava gravemente doente e recebia cuidados paliativos. A artista anunciou em 2010 que lutava contra um câncer no pâncreas. Ela foi operada em dezembro do mesmo ano, quando a doença ainda não tinha sido divulgado pela família. Desde 2017, a cantora estava afastada dos palcos por orientação médica.

O jornal inglês “The Sun” divulgou na época que o câncer estava avançado e era incurável. Nos últimos dias, o quadro da artista se agravou e Aretha chegou a ser internada. Ela morreu em casa, ao lado de familiares.

Tragetória 

A relação de Aretha com a música iniciou desde jovem. A cantora gravou seus primeiros discos aos 14 anos, na igreja de seu pai, o pastor batista Clarence LaVaughn Franklin.

Embora tenha iniciado seus passos como estrela gospel, a artista deixou seu nome marcado no R&B americano, selo usado inicialmente para descrever gravações comercializadas por artistas afro-americanos

Aretha passou a ser conhecida como “Rainha do Soul” e entre os sucessos mais conhecidos estão “Respect”, lançado em 1967, (You Make Me Feel Like) A Natural Woman (1968) e “A Rose Is Still A Rose (1998).

Ao longo de sua carreira, a lendária artista foi ganhadora de 18 Grammys e obteve 25 discos de ouro. Ela gravou 45 discos ao longo da carreira, além das coletâneas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *