Promotor que coordenou Operação Adsumus é mais votado para indicação do MP-BA ao CNJ

O coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) em Salvador que coordenou a Operação Adsumus, o promotor João Paulo Schoucair, foi o mais votado para concorrer à vaga dos Ministérios Públicos estaduais no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A indicação é feita a partir de uma lista tríplice, composta ainda pelos promotores Antônio Luciano Assis e Ivan Carlos Machado.

Os três foram escolhidos em votação na última sexta-feira (27). Schoucair recebeu 423 votos, enquanto Antônio Assis teve 184 votos e Ivan Machado, 158. Caberá à procuradora-geral de Justiça, Norma Angélica Cavalcanti, escolher um dos nomes indicá-lo ao procurador-geral da República, Augusto Aras, para concorrer à vaga.

A eleição da lista tríplice ocorreu por meio de voto digital, considerado um grande avanço para o Ministério Público da Bahia (MP-BA). Cada membro do MP teve a oportunidade de votar em até três candidatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *