Presidida por Coronel, CPMI das fake news no Senado pode acabar em pizza, diz coluna

Presidida pelo senador baiano Angelo Coronel (PSD), a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das fake news no Senado pode acabar em pizza, de acordo com a coluna do Estadão.

No começo da pandemia, ainda discutia-se a retomada dos trabalhos, ao menos remotamente, do colegiado. Um ano depois, nem se ouve falar mais dela. Nos corredores, avalia-se que o destino dela seja o mesmo de tantas outras: terminar em pizza.

A CPMI foi instalada em setembro de 2019 com o objetivo de investigar a criação de perfis falsos e ataques cibernéticos nas diversas redes sociais, com possível influência no processo eleitoral e debate público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *