Prefeitos de Alagoinhas e Camaçari cancelam show de Devinho, Cachoeira não se pronuncia

O cantor Devinho Novaes não integrará mais a grade de atrações do São João de Alagoinha e Camaçari, após ser acusado pela ex-namorada Aylle Santiago de agressão.
Através das redes sociais, a ex-namorada do sergipano, Aylle Santiago, decidiu expor uma série de conversas entre eles alegando ter sofrido violência física e verbal.
Nas imagens, ela diz que flagrou o artista várias vezes com outras mulheres, alega que ele contrata garotas de programa, exibe trechos de trocas de ofensas e mostra uma foto de quando teria sido agredida. “Eu estava operada e ele rasgou minha roupa e chutou meus seios que ainda estavam com pontos”, escreveu. Devinho e Aylle ficaram juntos por nove meses.

Os prefeitos Joaquim Neto (PSD) e Elinaldo (DEM) explicaram que a decisão foi tomada pela acusação grave de uma mulher. Já o prefeito de Cachoeira, Tato Pereira (PSD), não se pronunciou até o momento. Devinho está programado para cantar na Feira do Porto no dia 23 (domingo) as 22h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *