Prefeito de Cachoeira perde mais uma briga contra os Guardas Municipais

Foi publicado no diário oficial do município dessa quinta-feira (20) a decreto que reintegrara os quatro guardas municipais de Cachoeira demitidos pelo prefeito de Tato Pereira (PSD). No dia 13 desse mês o tribunal de justiça da Bahia decidiu suspender os efeitos do processo administrativo movido pelo prefeito contra 04 guardas. Na decisão o desembargador Desembargador Jatahy Júnior
garantiu a antecipação de tutela para suspender os efeitos do Processo Administrativo Disciplinar nº 10/2019, com efeitos financeiros prospectivos, e até ulterior deliberação do Juízo. De acordo com os guardas que afirmam ser perseguidos pelo prefeito e agradeceram o apoio das entidades sindicais e da população de Cachoeira. “Agradecemos o apoio de todos e ainda falta a convocação dos outros 18 aprovados no certame”, a Federação Baiana dos Guardas Municipais-FEBAGUAM em nota. Confira o decreto;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *