PGR dá parecer favorável a regime semiaberto para Geddel

Preso desde julho de 2017, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) conseguiu parecer favorável da Procuradoria-Geral da República (PGR) nesta segunda-feira (3), sobre ida para o regime semiaberto.

O emedebista cumpre pena em Salvador por lavagem de dinheiro e associação criminosa no caso dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento na capital baiana.

No parecer, encaminhado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a coordenadora da Grupo de Trabalho da Lava Jato na PGR, subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, destacou o fato de o político já ter cumprido – em regime fechado – a fração da pena necessária à obtenção do benefício.

Denunciado em dezembro do mesmo ano pelo Ministério Público Federal, ele foi condenado em outubro do ano passado a 14 anos e 10 meses de reclusão. Como já passou mais de 29 meses encarcerado, o entendimento é o de que o ex-ministro reúne as condições exigidas por lei para a progressão de regime. As informações são da Veja.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *