Pauta Livre – Rogaciano Medeiros

TÁ NA HORA
Com o fim do recesso, a Câmara Federal terá de decidir se libera o processo contra o presidente da República no STF. O Palácio do Planalto e as lideranças governistas não param. Cada voto vale ouro, ou melhor, muito dinheiro. A votação está marcada para começar na quarta-feira, mas pode ser adiada. Temer está confiante. Também né, com tanta grana rolando!

TUDO LEGAL
O ex-presidente Lula deu uma resposta de alto nível ao ser indagado sobre o bloqueio de R$ 9 milhões. “Pergunte ao Moro. Ganhei de forma lícita. Eu e Bill Clinton éramos os palestrantes mais bem pagos do Século XXI. O dinheiro está aplicado em Previdência privada, no BB, banco público. Não botei em conta na Suíça”. Falou com convicção. Sem trocadilho.

INVEJA DÓI
Além do ódio de classe, agravado diante das seguidas derrotas nas urnas, as elites ultraconservadoras também nutrem muita inveja de Lula pela projeção que ele conseguiu em nível internacional, como estadista, ícone da democracia social no mundo. O neoliberal Fernando Henrique Cardoso, metido a intelectual, nem encosta. Fica longe. A direita pede a morte.

PAPA POVO
Depois da influente CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), agora é a vez da Ordem dos Jesuístas, organização da qual pertence o Papa Francisco, a se manifestar oficialmente contra as reformas trabalhista e previdenciária do governo Temer. Quer dizer, um posicionamento contrário ao projeto neoliberal. A Igreja Católica, com o novo papado, demonstra uma retomada gradual à luta em defesa dos pobres. Amém

DE ALUGUEL
Articulista da Globo, Miriam Leitão agora repete todo dia que Temer e Meirelles quebraram a economia brasileira. Está com razão. Agora, não se pode esquecer que os dois foram levados ao poder por um golpe que ela e a empresa onde trabalha apoiaram declaradamente, ou melhor, descaradamente. Tem mais, até antes do impeachment a jornalista fazia o mesmo discurso, e bem mais raivoso, contra Dilma, Lula, o PT e toda a esquerda. Pura conveniência. Até porque, está evidente que a briga da Globo com Temer é fruto de desentendimento na partilha do golpismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *