Mike Tyson busca nocaute mas tem empate simbólico com Roy Jones

O tão esperado retorno de um dos maiores boxeadores do mundo, Mike Tyson, de 54 anos, aconteceu na noite do último sábado (28). Tyson fez oito rounds contra o também lutador americano, Roy Jones Jr, de 51 anos, em um combate realizado no Staples Center, na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Apesar de tentar um nocaute, Tyson conseguiu um empate contra Jones Jr, o que deixou um gostinho de quero mais. Porém, os números indicam que ele dominou a luta e poderia ter vencido. O ex-campeão dos pesos-pesados conseguiu acertar 67 golpes em seu oponente e 57 foram considerados potentes pela Compubox, empresa americana especializada em estatísticas de lutas boxe. Roy Jones acertou 37 golpes em Tyson, 28 deles foram considerados potentes.

Em relação à precisão dos golpes, Tyson acertou 35% dos 193 golpes que desferiu contra Roy Jones. Já o seu oponente acertou apenas 16% dos 235 golpes que arriscou. Por ser uma luta de exibição e em prol da caridade, os dois lutadores receberam cinturões comemorativos do Conselho Mundial de Boxe (WBC).

Mike Tyson deixou o ringue com um sorriso no rosto e, animado com o retorno ao mundo do boxe, garantiu que essa não seria sua última luta. “Com certeza, eu vou fazer isso de novo”, afirmou o lutador. Ele também deu a possibilidade de algum embate na Europa e deixou explícito o significado do boxe neste momento da sua vida. “Eu não sei. Talvez façamos algo no sul da França, Mônaco, na parte central. Um dos lutadores europeus por aí, é possível. Eu só quero continuar a fazer isso, de uma perspectiva humanitária”.

Com informações do GE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *