Maragojipe: Empresa Jauá desmente nota emitida pela prefeita Vera Lúcia

A Empresa viação Jauá negou na manhã dessa quinta-feira (24) que tenha parado com os serviços de transporte em Nagé e Coqueiros, distritos da cidade de Maragojipe. Na última quarta-feria (23) a prefeita Vera Lúcia (PR) divulgou uma nota oficial afirmando a paralização das atividades da Jauá nos distritos e alegando que a ação tenha ocorrido por motivos “incoerentes e reramente superficiais”.

De acordo com a Jauá o que verdaderiamente aconteceu foi uma reunião com o presidente da Câmara de vereadores e marido da prefeita Vera Lúcia, o vereador Luisinho, para solicitar apoio dos poderes municipais com a infraestrutura nos distritos. De acordo com a assessoria de comunicação da empresa o que foi solicitado ao vereador Luisinho foi a contrução de quatro pontos de ônibus para que a população não ficasse sem proteção ao aguardar os transpostes. Além disso, a empresa pontuou com o vereador a falta de estrutura nas estradas dos distritos e a fiscalização dos transportes clandestinos na cidade. “Não vamos parar de rodar nos ditritos de forma alguma, o que queremos é dialogar com os poderes públicos e a população para que tenha infraestrutura e assim não colocar à população em risco”, disse o gerente de comunicação da empresa Rafael Dantas. Ainda de acordo com a empresa com os problemas das vias que são curtas e trânsito desorganizado a viagem que deveria durar 2he30 acaba durando 4 horas.

Confira a Nota ofocial da Empresa viação Jauá:

ATT: Comunidade de Coqueiros e Nagé.
Assunto: Esclarecimento para as comunidades de Coqueiros e Nagé.
Estimada Comunidade,
Gostaríamos de esclarecer que em nenhum momento foi acordado com a prefeitura de Maragojipe, Câmara de vereadores e líderes comunitários, o fato de não adentrarmos nos distritos de Coqueiros e Nagé. Essa pauta é uma demanda da viação Jauá visando a segurança dos nossos clientes.
Salientamos que a intenção da empresa, em conversar com os representantes das comunidades e com o vereador Luisinho, foi abrir o diálogo expondo as nossas dificuldades operacionais em trafegar nos distritos.
Esperamos das comunidades, uma sugestão com os horários críticos, que serão atendidos, visando diminuir os transtornos/riscos causados com as entradas dos ônibus em Coqueiros e Nagé.
Reforçamos que a empresa não deixará de entrar nas comunidades até que cheguemos a um acordo que atenda à comunidade e a segurança desejada pela viação Jauá.

Atenciosamente,

Rafael Dantas
Gerente

Confira a nota divulgada pela Prefeitura:

A Prefeitura de Maragojipe vem a público informar que em momento algum foi comunicada oficialmente pela empresa Viação Jauá sobre a decisão de não trafegar pelos distritos de Nagé e Coqueiros. A prefeita Vera Lúcia Maria dos Santos tomou ciência dos fatos apenas nesta quarta-feira, dia 23 de outubro, por meio de veiculação da notícia nas redes sociais.

Diante disso, prontamente, a Prefeitura, através da Procuradoria Geral do Município, já acionou o Ministério Público sobre a decisão incoerente da empresa em deixar de prestar o serviço à população local sob alegação de motivos meramente superficiais.

Salientamos que esta decisão foi unicamente da empresa e que já estão sendo tomadas as providências cabíveis para que a Viação Jauá continue prestando o serviço de transporte às comunidades.

Vera Lúcia Maria dos Santos

Prefeita Municipal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *