Maia e Alcolumbre evitam briga com Bolsonaro para não impulsionar atos

Os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), decidiram evitar um embate público com o presidente Jair Bolsonaro na tentativa de não impulsionar os atos contra o Congresso Nacional propostos pelo militar.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, os dois têm pedido cautela a deputados e senadores para não dar munição aos grupos apoiadores do presidente na manifestação programada para acontecer no dia 15 de março.

Alcolumbre, que retorna de viagem no domingo (1º), manifestou a aliados a intenção de se reunir com Bolsonaro no início da semana.

Apesar da tentativa de pacificar a crise, Maia e Alcolumbre vêm sendo pressionados por deputados e senadores a darem uma resposta firme ao presidente e estimularem iniciativas contra os filhos de Bolsonaro.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *