Jovens não devem receber vacina contra Covid-19 antes do 2º semestre de 2021, diz Fábio Vilas-Boas

De acordo com o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, jovens que não fazem parte dos grupos prioritários não deverão receber a vacina contra a Covid-19 antes do 2º semestre de 2021. Ainda segundo o secretário, a prioridade é imunizar grupos cuja necessidade é mais urgente, entre eles profissionais de saúde e idosos.

“A população em geral, mais jovem, essa que está indo para às ruas sem máscaras e destemidos, não serão vacinados antes do segundo semestre do ano que vem. Quero fazer um alerta para aqueles que têm abaixo de 60 anos, sem nenhuma doença, que não há a perspectiva de receber a vacina abaixo deste prazo. Vamos precisar manter as regras que conhecemos até junho do ano que vem”, afirmou Vilas-Boas durante entrevista à TV Bahia, na manhã desta quinta-feira (17).

Conforme relatado pelo secretário, será preciso pelo menos 16 meses para que as doses cheguem a todos os brasileiros. Os grupos prioritários, no entanto, levarão cerca de quatro meses até receber as vacinas.

“Mesmo que a gente comece a vacinar em fevereiro, vamos precisar de 16 meses para vacinar toda a poulação contra a Covid-19 e quatro meses para vacinar os grupos prioritários. Será um mês vacinando apenas profissionais de saúde, pessoas com mais de 70 anos e grupos muito restritos, para depois passar para pessoas com mais de 60, para outros grupos”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *