Guia alerta sobre importância de prevenção ao bullying em escolas e consultórios

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) lançou nesta semana um guia sobre bullying, para que pais, adolescentes e professores possam enfrentar e prevenir essa prática, especialmente nas escolas.

Segundo o presidente do Departamento Científico de Saúde Escolar da entidade, Joel Bressa da Cunha, a SBP tem uma preocupação ampla com todos os aspectos ligados à saúde das crianças e adolescentes. “É um assunto importante, que precisa ser mais entendido pelos pediatras, porque eles têm ação fundamental, tanto na prevenção quanto no encaminhamento das questões de violência”, disse Cunha, em entrevista à Agência Brasil.

Ele pontuou ainda que o bullying deve ser mais abordado dentro dos consultórios médicos. O próprio pediatra pode intervir e orientar pais e filhos, conforme a gravidade da violência, desde uma conscientização no próprio consultório, a abordagem direta na escola, até o encaminhamento para um especialista. “Uma atitude ativa do pediatra é importante para evitar consequências graves.

Perguntar como o paciente está indo na escola é simples, dar orientações”, acrescentou Cunha. No guia, Cunha explica que há uma série de informações, inclusive para identificar bem o bullying. “A gente caracteriza o bullying como a intenção de humilhar. Não é algo com a intenção de causar um dano muito grande. Mas, por ser mais leve na intenção, não quer dizer que não tenha consequências mais graves, tanto físicas quanto psicológicas”, disse. O documento da SBP traz também orientações sobre atitudes a serem adotadas pelos diferentes atores.

O guia está disponível no site da SBP (veja aqui).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *