Fogo simbólico 2 de Julho deixa Cachoeira em direção a Salvador

O fogo simbólico do 2 de Julho deixou a cidade de Cachoeira, na manhã deste domingo (30), em direção a Salvador, onde ocorrerá o desfile em comemoração pela Independência do Brasil na Bahia, na terça-feira (2).

Cerca de 60 atletas e homens do exército devem se revezar no caminho até a capital baiana. O grupo passa pelas cidades de Saubara, Santo Amaro da Purificação, São Francisco do Conde, Candeias, Simões Filho, até chegar ao bairro de Pirajá, em Salvador.

A chegada na capital está prevista para o final da tarde da segunda-feira (1º). Em Pirajá, o fogo é passado para outra pira.
O início da cerimônia ocorre em Cachoeira porque a cidade foi o quartel das tropas que lutaram pela Independência na Bahia em 1823. Um ano antes, em 25 de junho de 1822, os cachoeiranos já se rebelavam contra Portugal.

Segundo historiadores, se não fosse o 2 de Julho, o Brasil não conseguiria soberania. Por isso, a cada ano, relembrar as comemorações é reforçar o compromisso com a história.

A cerimônia deste domingo começou por volta das 7h30, com missa, seguida de festa com fanfarras, na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, em Cachoeira. Foi no templo que a pira foi acesa. Apesar da temperatura baixa na cidade por conta do inverno, a celebração reuniu dezenas de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *