Exames para HIV e hepatite C são suspensos pelo governo

Por conta de um atraso no processo de licitação, o Ministério da Saúde deixou milhares de brasileiros sem um exame essencial para o tratamento do HIV e hepatite C.

A suspensão dos exames brasileiros reconhecidos mundialmente pelo combate à Aids na rede pública foi informada apenas após o fim do contrato em novembro deste ano com a empresa Centro Genomas, que realizava a genotipagem. Esse tipo de exame identifica o vírus e orienta a combinação de medicamentos que deve ser prescrita aos pacientes.

Ainda de acordo com o ministério, foi realizado um anúncio eletrônico para a seleção de uma nova empresa em 7 de outubro, mas o processo de compra foi mal sucedido. A empresa vencedora não anexou todos os documentos solicitados no edital.

Hoje, aproximadamente 920 mil pessoas têm HIV no Brasil e mais de 600 mil estão em tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *