Detido desde 19/12: TJ-BA informa que Ricardo Machado nem chegou a sair da prisão

A assessoria do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) informou que Ricardo Machado (PT), ex-prefeito de Santo Amaro investigado pela Operação Adsumus, teve um mandado de prisão temporária convertido em preventiva após a concessão de habeas corpus da Operação Adsumus.

A informação inicial do TJ-BA era que Machado não teria saído da prisão desde que foi detido no último dia 19 de dezembro. De acordo com a Corte, o petista teve a prisão temporária convertida em preventiva neste sábado (23), mas em outro processo no qual é alvo. Já o habeas corpus dado ao ex-prefeito no último dia 20 , foi relacionado à Operação Adsumus, em que o político é suspeito de desviar R$ 20 milhões dos cofres de Santo Amaro.

A nova prisão foi decretada pelo juízo de primeiro grau no sábado, porém o cumprimento da medida aconteceu apenas nesta terça-feira (26). Informações iniciais apontavam que Ricardo Machado foi encaminhado nesta tarde para a Superintendência da Polícia Federal na Bahia, localizada em Água de Meninos, em Salvador. O Bahia Notícias entrou em contato com a assessoria de imprensa do órgão, que não confirmou a informação. De acordo com o TJ, Ricardo Machado foi encaminhado para o 1º Departamento de Polícia Interior (Depin), em Feira de Santana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *