Cruz das Almas: Servidoras são investigadas por supostos desvios de vacina contra Covid-19

No município de Cruz das Almas, uma comissão foi constituída para conduzir um processo administrativo disciplinar contra as servidoras Vera Lúcia dos Santos Boaventura Assis e Thaylanna Yanara da Silva Santos, que teriam aplicado a vacina contra o Coronavírus em pessoas desconhecidas e que não fazem parte do Plano Municipal de Vacinação.

Vera Lúcia utilizou as redes sociais para negar o fato e disse que tomou com “surpresa” a “falsa alegação de aplicação de vacina em pessoas que não fazem parte da preferência”. “Deixo meus amigos e irmãos que me conhecem tranquilos. Estou com minha consciência tranquila e em paz. Uma mentira criada para me prejudicar. A verdade será mostrada. Deus é justo e fará justiça em breve. Aqueles que fizeram exposição com meu nome nesse processo administrativo prestarão contas a Deus e à justiça”, escreveu a servidora.

Em outro techo, ela afirma: “Tenho 28 anos de serviço público, com vida dedicada e honrada, com honestidade e amor pelo que faço. Postei as fotos aplicando as vacinas com satisfação e agora sendo acusada de praticar ilegalidade. Apliquei a vacina de acordo com as pessoas indicadas pelo superior”. Ainda segundo a servidora, o fato seria “perseguição”, por ter sido candidada à vereadora pelo PT. (Com informações do Bahioa Notícias).

A cidade de Cruz das Almas é um dos municípios baianos que mais têm casos ativos na Bahia de Covid-19, ocupando o sétimo lugar no ranking estadual da doença, com 153 casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *