Com panelaços durante pronunciamneto, Temer cede mais uma vez e preço do diesel terá redução de R$ 0,46

O governo federal cedeu mais uma vez aos caminhoneiros e anunciou um pacote de medidas que atende à maioria dos pontos reclamados pelos motoristas. Com as medidas, o preço do litro do diesel cairá R$ 0,46 na refinaria – valor próximo do pedido que citava valores entre R$ 0,40 e R$ 0,60. Além disso, o desconto aplicado inicialmente será mantido por 60 dias, o dobro do prazo inicialmente prometido. Após esse período de 60 dias, os reajustes passarão a ser mensais.

O governo federal cedeu mais uma vez aos caminhoneiros e anunciou um pacote de medidas que atende à maioria dos pontos reclamados pelos motoristas. Com as medidas, o preço do litro do diesel cairá R$ 0,46 na refinaria – valor próximo do pedido que citava valores entre R$ 0,40 e R$ 0,60. Além disso, o desconto aplicado inicialmente será mantido por 60 dias, o dobro do prazo inicialmente prometido. Após esse período de 60 dias, os reajustes passarão a ser mensais.

Panelaços são registrados durante pronunciamento de Temer

Panelaços foram ouvidos na noite deste domingo, 27, em diversos lugares durante o pronunciamento do presidente Michel Temer, que anunciou a redução de R$ 0,46 no preço do diesel por 60 dias, para tentar acabar com a greve dos caminhoneiros.

Na Bahia, a manifestação pode ser ouvida em alguns bairros de Salvador, como Imbuí e Pituba.

Já em São Paulo, houve registros de protestos em Moema, Perdizes, Jabaquara, Pompeia, Bela Vista e centro. No Rio, manifestações foram realizadas ao menos na Barra da Tijuca e Flamengo.

Brasília, Niterói, Belo Horizonte, Águas Claras (DF), Porto Alegre, Recife, Balneário Camboriú (SC), entre outras cidades, também tiveram registro de manifestações com panelas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *