Candeias: Governo autoriza requalificação do Museu Wanderley Pinho

O Museu Wanderley Pinho localizado na cidade de Candeias, por muitos anos compôs a história açucareira de sucesso do Recôncavo Baiano. O local ficou abandonado há anos e desde de 2018 os poderes públicos tentam requalificar essa riqueza histórica para servir a toda população baiana. Nessa quarta-feira (29) o governo do Estado autorizou a ordem de serviço no valor de R$ 24 milhões para a realização de obras de requalificação na edificação. O evento teve as presenças do secretário do Turismo, Fausto Franco, do diretor do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), João Carlos Oliveira, e do prefeito do município, Pitágoras Ibiapina.
O museu ocupa um casarão de quatro andares e 55 cômodos no antigo Engenho Freguesia e inclui ainda uma capela. Tombado como patrimônio nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o equipamento possui grande importância arquitetônica e cultural, sendo administrado pelo Ipac. O equipamento reúne um acervo de mais de 200 peças que contam uma história da Bahia e do Brasil.
De acordo com o diretor do Ipac, “o projeto prevê a recuperação do píer e atracadouro, que será uma base náutica com receptivo. O museu conta uma historia de 400 anos e teremos um espaço para receber 500 pessoas. Isso vai permitir a realização de eventos e outras atividades”.
O prefeito de Candeias comemorou a assinatura. “Este momento é de grande alegria para a cidade de Candeias, que hoje faz parte do turismo náutico e religioso. A reforma desse museu, um espaço que faz parte da história do Brasil, é de grande importância, especialmente pela cultura, mas também por se tratar de um investimento grande que irá gerar muitos empregos e renda para a nossa população”.
Foto: Mateus Pereira/GOVBA
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *