Cachoeira: Tato Pereira expulsa Quilombolas de escola no Tabuleiro da Vitória

O prefeito de Cachoeira, Tato Pereira (PSDB), mostrou mais uma vez que não está do lado da comunidade quilombola do município. De acordo a Associação do Quilombo do Tabuleiro da Vitória, após liberação da Creche Escola João de Matos para realização de um curso de direitos humanos, que seria realizado entre os dias 21 e 23 de setembro, o prefeito desautorizou o diretor da unidade escolar e mandou botar no meio da rua todos os materiais e equipamentos do trabalho.
Como justificativa, o prefeito alegou em praça pública que os responsáveis pelo evento faziam oposição a sua gestão e não votariam nos seus candidatos a deputado federal e estadual nas eleições 2018.
Segundo a presidente da entidade realizadora, Maria de Totó, a Associação pediu através de oficio a cessão do espaço ao diretor da escola, que apoiou a iniciativa entregando as chaves de imediato: “é comum a utilização desta Creche Escola em eventos particulares, como batizados e aniversários, além de atividades formativas. A comunidade tem o diretor Cândido Casais como um parceiro que, para nós, não teve forças para se contrapor aos desmandos de Tato Pereira”, disse a liderança que se surpreendeu com a retomada das chaves sob a alegação de que “tinha recebido ordens e o evento não podia mais acontecer na escola”.
Neste sábado (22), os quilombolas prometeram realizar um protesto no Tabuleiro da Vitória e em outras localidades. Também participarão das agendas advogados, representantes de organizações da sociedade civil e movimentos populares, além de membros do sistema de justiça provocados para se manifestar sobre o ocorrido.

Fonte: Aldeia Nagô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *