Cachoeira: Rui Costa e João Leão desvalorizam 25 de junho

No 25 de Junho, data que demarca a história da liberdade baiana e brasileira da corôa portuguesa, foi marcada pela ausência de representantes do Governo do Estado em Cachoeira. Nem Rui Costa (PT), muito menos o seu vice, João Leão (PP), deram as caras na cidade, o que deixou os cachoeiranos incomodados com tamanha desatenção.

Cachoeirana, a senadora Lídice da Mata (PSB) lamentou a ausência de representantes do governo do Estado em Cachoeira, no dia em que a sede do governo é transferida para a cidade. O projeto de 2007, inclusive, é de sua autoria.

“Lamento. Falei com o gabinete do governador. O que eu soube informalmente e que o vice viria mas não conseguiu por dificuldade com o tempo, por causa da chuva”, disse Lídice da Mata.

Segundo o prefeito, Tato Pereira (PSDB), apesar de Rui não ser da sua base eleitoral, não acredita nessa teoria. “Não acredito. Há três anos Rui não vem e o prefeito anterior (seu sobrinho-Carlos Pereira) era aliado”. De acordo com o prefeito, a partir da próxima semana ele se reunirá com a Câmara Municipal para rever a comemoração do 25 de junho. “É uma pena que as demais autoridades não olhem para essa data com a importância que ela merece”.

Por meio de nota, a assessoria do governo afirmou que “o vice-governador João Leão representaria o Governo do Estado nos atos cívicos de Cachoeira, conforme foi comunicado previamente ao Município. No entanto, o vice-governador não conseguiu se deslocar para Cachoeira em razão da falta de condições climáticas para decolar de Jaguaquara – onde estava João Leão – para a cidade do Recôncavo. Este é o único motivo que justifica a ausência de representação do Governo nos atos cívicos deste 25 de junho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *