Cachoeira: Prefeitura decreta situação de emergência

A Prefeitura Municipal de Cachoeira decretou situação de emergência nesta sexta-feira (8). Segundo o órgão, existe uma dificuldade por parte da nova gestão em ter acesso as documentações financeiras, patrimoniais e operacionais da Prefeitura.

Confira a nota:

Devido à dificuldade por parte da nova gestão em ter acesso a informações sobre a situação financeira, patrimonial e operacional da prefeitura desde o período de transição, situação calamitosa de prédios públicos, equipamentos e materiais indispensáveis aos serviços não localizados, da inexistência de processos licitatórios fundamentais para compra de medicamentos, limpeza pública, transporte e combustíveis, além da previsão de repasse de recursos para o município em 2021 ser de cerca de R$20 milhões a menos que o ano anterior, a Prefeitura de Cachoeira decretou SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA.

Com o decreto, o pagamento de empenhos e convênios fica suspenso até a análise de todas as documentações. Os serviços essenciais serão mantidos em caráter emergencial.

Além dos cortes, foram decretadas medidas como a redução drástica do consumo de combustíveis, energia, água, telefones e correios e o funcionamento dos setores administrativos em horário especial das 8h às 14h, além da suspensão de pagamentos de horas extras.

A medida foi tomada com o objetivo de evitar que serviços públicos essenciais, como de saúde básica, limpeza pública, transportes, etc., não tenham que ser interrompidos no município.

ASCOM

NOTA

Devido à dificuldade por parte da nova gestão em ter acesso a informações sobre a situação financeira, patrimonial e operacional da prefeitura desde o período de transição, situação calamitosa de prédios públicos, equipamentos e materiais indispensáveis aos serviços não localizados, da inexistência de processos licitatórios fundamentais para compra de medicamentos, limpeza pública, transporte e combustíveis, além da previsão de repasse de recursos para o município em 2021 ser menor que o ano anterior, a Prefeitura de Cachoeira decretou SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA.

Com o decreto, o pagamento de empenhos e convênios fica suspenso até a análise de todas as documentações. Os serviços essenciais serão mantidos em caráter emergencial.

Além dos cortes, foram decretadas medidas como a redução drástica do consumo de combustíveis, energia, água, telefones e correios e o funcionamento dos setores administrativos em horário especial das 8h às 14h, além da suspensão de pagamentos de horas extras.

A medida foi tomada com o objetivo de evitar que serviços públicos essenciais, como de saúde básica, limpeza pública, transportes, etc., não tenham que ser interrompidos no município.

Confira o decreto na íntegra em: http://www.cachoeira.ba.io.org.br/diarioOficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *