Cachoeira: Ministério Público acata ação de improbidade administrativa contra prefeito Tato Pereira e secretário

Nessa quarta-feira (19) o Ministério Público do Estado da Bahia acatou a ação civil pública de número (8000237-48.2018.8.05.0034) por improbidade administrativa contra o prefeito de Cachoeira Tato Pereira (PSD) e o secretário de saúde Mamede Dayube, alegando cometer irregularidades a regra constitucional de contratação de pessoal em convênio com a Santa Casa de Misericórdia e à regra do concurso público e ordenação irregular de despesa pública.

O ministério Público identificou indícios suficientes para prosseguir com a ação que condena Tato Pereira e Mamede Dayube a prática de ato de improbidade, previstos na Lei n. 8.429/92, na farta documentação acostada pela promotoria.
Agora o prefeito e o secretário serão notificados pelo Ministério Público do Estado para que o processo siga seu rito e a promotoria conceda a condenação dos réus. Confira a decisão do MP na íntegra: Decisão (6) 

Um comentário em “Cachoeira: Ministério Público acata ação de improbidade administrativa contra prefeito Tato Pereira e secretário

  • dezembro 19, 2019 em 11:22 am
    Permalink

    A chapa está esquentando.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *