Cachoeira: Justiça obriga que prefeito convoque guardas municipais exonerados

Nessa segunda-feira (20) o juiz, José Ayres de Souza Nascimento Júnior, publicou uma decisão favorável aos 5 guardas municipais que foram processados e exonerados da prefeitura de Cachoeira. O processo de nº 8000297-84.2019.8.05.0034 que é uma ação civil coletiva foi acatada parcialmente pelo magistrado que deu mais uma chance a prefeitura para substituir a fundamentação quanto à inércia do Município. Na decisão o juiz obriga o prefeito Tato Pereira (PSD) a convocar todos os guardas de volta aos seus postos de Trabalho num prazo de cinco dias úteis a partir da decisão. Veja a decisão;

Um comentário em “Cachoeira: Justiça obriga que prefeito convoque guardas municipais exonerados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *