Bolsonaro se vinga do Nordeste ao priorizar Bolsa Família no Sul e Sudeste, diz Ciro Gomes

O ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes (PDT) afirmou nesta quarta-feira (11), em Salvador, que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cometeu uma vingança contra o Nordeste ao ter priorizado as regiões Sul e Sudeste do país na concessão de novos benefícios do Bolsa Família em janeiro.

Na capital baiana para acompanhar o lançamento do plano de governo do pré-candidato a prefeito Leo Prates, o ex-presidenciável disse esperar que o agora neo-aliado de fato dispute a cadeira do Thomé de Souza —ocupada hoje pelo seu padrinho político ACM Neto (DEM).

“Estamos vivendo num país em que o presidente eleito denuncia uma fraude nas eleições. Ele ataca as instituições porque elas são boas. Essa história do Bolsa Família é uma vingança mesquinha do presidente. Como é que Santa Catarina tem mais pedidos do Bolsa Família que toda região Nordeste? Esse é o Brasil”, declarou Ciro.

“Nós gostaríamos [Leo Prates] muito que ele fosse candidato a prefeito. Mas ele vai seguir o passo que a Bahia mandar”, acrescentou o pedetista.

Segundo o Estadão/Broadcast, do jornal O Estado de S. Paulo, o Nordeste recebeu 3% dos novos benefícios, enquanto Sul e Sudeste responderam por 75% das novas concessões —a região concentra 36,8% das famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza na fila de espera do programa.

Para efeito de comparação, o número de novos benefícios concedidos em Santa Catarina, que tem população oito vezes menor que o Nordeste e é governada por Carlos Moisés (PSL), foi o dobro do repassado à região nordestina inteira, cujos governadores são da oposição.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *