Bolsonaro recua e diz ter pressa por vacina da covid-19

Um dia após afirmar não dar bola para pressões sobre o Brasil estar atrasado em relação a outros países na vacinação contra a Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) mudou o tom e disse no domingo (27), que o governo tem pressa em obter uma vacina.

“Temos pressa em obter uma vacina, segura, eficaz e com qualidade, fabricada por laboratórios devidamente certificados. Mas a questão da responsabilidade por reações adversas de suas vacinas é um tema de grande impacto, e que precisa ser muito bem esclarecido”, afirmou o presidente, em uma mensagem publicada no Facebook.

Bolsonaro ainda negou que esteja interferindo no processo de certificação de uma vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e disse que o imunizante que receber autorização do órgão será ofertado para todos de forma gratuita e não obrigatória.

“O presidente da República, caso exercesse pressões pela vacina, seria acusado de interferência e irresponsabilidade. Tão logo um laboratório apresente seu pedido de uso emergencial, ou registro junto à Anvisa, e esta proceda a sua análise completa e o acolha, a vacina será ofertada a todos e de forma gratuita e não obrigatória”, escreveu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *