Bolsonaro diz que pode ser alvo de impeachment caso vete fundo eleitoral de R$ 2 bi

O presidente Jair Bolsonaro declarou hoje (2) que ainda não sabe se vai sancionar ou vetar o valor do fundo eleitoral aprovado pelo Congresso, de R$ 2 bilhões, para as eleições municipais deste ano.

O chefe do Executivo disse, no entanto, que existe a necessidade de se “preparar a opinião pública”. “É o seguinte, tem que preparar a opinião pública, caso contrário vocês [a imprensa] me massacram, vocês arrebentam comigo.”

De acordo com ele, o veto ao valor poderia ser classificado como crime de responsabilidade, o que pode resultar em um processo de impeachment. “O fundo eleitoral é uma lei, o que o TSE fez, oficiou a Receita o valor do montante de R$ 2 bilhões de reais. Então o veto ou sanção é uma obediência à lei. Se você for ler o artigo 85 da Constituição, se eu não respeitar a lei, eu estou incurso em crime de responsabilidade”, afirmou ele.

Metro1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *