Bolsonaro diz que cheques depositados por Fabrício Queiroz eram para ele, não para Michelle

Jair Bolsonaro (sem partido) disse ontem (15), quatro meses depois da revelação dos R$ 89 mil depositados por Fabrício Queiroz na conta da primeira-dama Michelle, que os depósitos não eram para ela, e sim para ele.

“Como falei desde o começo, aqueles cheques em torno de 10 anos foram para mim, não foram para ela. Divide aí R$ 89 mil por 10 anos, dá em torno de R$ 750 por mês. Isso é propina? Pelo amor de Deus. O Queiroz também pagava contas minhas. Era de confiança”, disse em entrevista ao Datena.

O presidente não foi perguntado sobre o assunto, mas fez a declaração enquanto reclamava da repercussão do caso das “rachadinhas” – peculato – que envolve seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-).

Em agosto, reportagem da TV Globo revelou ainda que a abertura das informações bancárias da mulher de Queiroz, Marcia Aguiar, indicou outros seis cheques para a primeira-dama, depositados entre janeiro e junho de 2011, somando mais R$ 17 mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *