ABI: Cala a boca já morreu, senhor presidente

Nesta terça-feira (05), o presidente Jair Bolsonaro mais uma vez agrediu os jornalistas e estimulou seus apoiadores a hostilizá-los, na porta do Palácio da Alvorada. Aos gritos interrompeu os profissionais: “Cala a boca, cala a boca”. Os repórteres estavam perguntando se a troca do superintendente da Polícia Federal no Rio tinha como objetivo a proteção de sua família. Apesar das ameaças, os jornalistas não se intimidarão. A Associação Brasileira de Imprensa-ABI emitiu nota de repúdio contra o ato do presidente. Confira;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *