Promotor da Adsumus deve permanecer na Procuradoria Geral da República 

O promotor do Ministério Público do Estado, João Paulo Schoucair, responsável por desvendar a Operação Adsumus, deve permanecer por mais três anos como assessor direto do chefe da PGR Augusto Aras.  João Paulo foi reconhecido em todo o Brasil no comando da Operação Adsumus, que desmontou o maior esquema de corrupção na cidade de Santo Amaro onde o ex-prefeito, Ricardo Machado (PT),  é acusado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) de fazer parte de um esquema que teria desviado cerca de R$ 22 milhões da prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *