Madre de Deus: Jailton recebeu prefeitura com rombo de R$ 4,5 milhões na saúde

Jailton Polícia (PTB) assumiu a prefeitura de Madre de Deus há 42 dias. Ele declarou nesta sexta-feira (12) que se antecessor Jeferson Andrade (PP) deixou um rombo de R$ 4,5 milhões na saúde. O ex-mandatário da cidade foi tirado do cargo por decisão judicial no fim de abril. A denúncia foi feita durante participação no programa “Isso é Bahia”, do A Tarde FM, apresentado por Jefferson Beltrão e Fernando Duarte, em parceria com o Bahia Notícias.

“Quando assumimos, encontramos a rede de saúde abandonada. Desequilíbrio financeiro no nosso hospital, a rede de farmácias não estava funcionando, não tinham fraldas geriátricas, não tinham EPIs [equipamentos de proteção individual. Estávamos na iminência do abandono dos profissionais de saúde. Profissionais estavam sem receber há dois meses”, afirmou Polícia.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado nesta quinta (11) pela prefeitura, a cidade contabiliza 79 casos confirmados de coronavírus, sendo 38 pacientes curados e dois óbitos. Mesmo com a queda na arrecadação, de uma média de R$ 12 milhões para R$ 7 milhões devido à pandemia, Jailton Polícia falou das medidas adotadas no combate à Covid-19. A administração municipal comprou mil testes rápidos, instalou barreiras sanitárias de 24 horas na entrada da cidade e ampliou o toque de recolher de 18h às 5h. Além disso, as ruas estão sendo higienizadas. Os estabelecimentos comerciais abertos são responsáveis por organizar filas e fazer higienização nas pessoas. Em parceria com a Caixa Econômica Federal, foram instalados toldos e cadeiras estão disponibilizadas para evitar aglomerações nas filas para o pagamento do auxílio emergencial nas agências.

No último dia 29 de abril, a 6ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), determinou o afastamento de Jeferson Andrade (PP) do cargo de prefeito de Madre de Deus. Ele foi acusado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) de ter desviado quase R$ 3,8 milhões em dois contratos irregulares. E o então vice-prefeito, Jailton Polícia assumiu a cadeira.

BahiaNotícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *