Cachoeira: Justiça obriga que Tato Pereira reintegre quatro guardas municipais demitidos

O juiz da comarca de Cachoeira, José Ayres Souza Nascimento Júnior, decidiu nessa quinta-feira (28) que o prefeito de Cachoeira, Tato Pereira (PSD), reintegre aos postos de trabalho do quadro de funcionários efetivosos quatro guardas municipais que foram exonerados. Os guardas sofreram processo administrativo disciplinar movido pelo prefeito com a pena máxima que é a expulsão dos funcionários na folha da prefeitura.

Na decisão o Juiz fixou o prazo de 05 (cinco) dias úteis para que Tato convoque os servidores Everaldo dos Santos Santana, Joilson Pitanga Gonzaga, Jesse Gerson Sousa Santos e Luciano Bizerra de Azevedo para retorno às atividades funcionais, sob pena de multa de R$1.000,00 (mil reais) por dia, em caso de descumprimento, multa esta limitada a 10 (dez) vezes este valor, podendo ser, contudo, reduzida ou majorada, caso se constate ser excessiva ou insuficiente. Veja a decisão do Juiz:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *