Castro Alves: Cidade vai ganhar memorial de Irmã Dulce

A cidade de Castro Alves, no recôncavo da Bahia, vai ganhar um memorial de Irmã Dulce, em 2020. O projeto é do empresário Ivan Leão, devoto da freira, que doou o primeiro túmulo da beata, que fica no santuário da futura santa, em Salvador. A beata vai ser canonizada no próximo domingo (13), no Vaticano.
Após a construção do novo memorial, o túmulo onde o corpo de Irmã Dulce ficou nos últimos 10 anos será transferido para Castro Alves. O espaço terá capacidade para 200 pessoas.

O memorial de Irmã Dulce foi uma forma que Ivan encontrou de presentear a cidade de Castro Alves, local onde ele nasceu e que tem 26 mil habitantes. Atualmente, o município tem apenas uma igreja católica, a centenária capela de Santo Antônio.

A criação do memorial foi recebida com festa pelos alunos de uma escola da cidade. “Irmã Dulce foi muito importante na história e todo mundo deve admirar ela porque ela ajudou muitas pessoas”.
Segundo o bispo Dom Valdemir Ferreira, Irmã Dulce virou exemplo para as pessoas porque ela amparava os pobres e doentes, além de levar Jesus às pessoas através de palavras de afeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *