Bolsonaro evita falar sobre caso de ministro: ‘Estou com a cabeça quente’

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), se esquivou das perguntas sobre a permanência do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio no cargo, após a denúncia da Procuradoria Eleitoral em Minas no caso das candidaturas laranjas do PSL.

Visivelmente irritado com a situação, o militar que havia repetido diversas vezes “sem comentários” ao ser pressionado a falar sobre o assunto, optou por não se pronunciar sobre o caso em conversa com jornalistas na entrada do Palácio da Alvorada.

“Não tem coisas boas para perguntar? ‘Ralo’ o dia todo e não tem uma coisa boa para perguntar? Pessoal, me desculpa aí. Eu estou com a cabeça quente”, disse o presidente.

Na última sexta-feira (4), o porta-voz da Presidência da República, general Otávio do Rêgo Barros, afirmou que Bolsonaro deve esperar a conclusão das investigações para tomar uma decisão quanto ao cargo de Marcelo Álvaro Antônio

Entenda o caso
O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL) foi indiciado pela Polícia Federal (PF) no inquérito da Operação Sufrágio Ostentação, onde vem sendo investigado sobre suposto o desvio de recursos por meio de candidaturas femininas laranjas nas eleições 2018.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *