Cachoeira e Maragojipe receberão investimentos de R$28 milhões

Com valor estimado em R$ 28 milhões, a Secretaria do Turismo do Estado (Setur) lançou licitação de mais um lote do Prodetur Nacional Bahia. O edital contempla a construção da base náutica de Salinas da Margarida, reforma do terminal turístico de Maragojipe e construção do terminal turístico de Cachoeira. A licitação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (10) e os interessados podem obter mais informações e documentos necessários entrando em contato com a equipe do Prodetur através do email [email protected]

De acordo com o secretário Fausto Franco, essas intervenções vão ampliar ainda mais o potencial turístico desses municípios, oferecendo aos visitantes que chegam em suas embarcações toda infraestrutura necessária. “A Baía de Todos-os-Santos, sede da Amazônia Azul, está passando por uma das maiores requalificações, com 13 intervenções náuticas e uma cultural”, acrescentou.

Cachoeira

Cidade do Recôncavo Baiano, a 117quilômetros de Salvador, rica em cultura, história e arte também será contemplada pelo Prodetur, com a construção de um terminal turístico, com ponte de acesso, ponte móvel, flutuante para atracação, terminal com recepção, lanchonete, bilheteria e sanitários, urbanização com projeto paisagístico, bancos fixos e iluminação pública.

Maragojipe

O terminal turístico de Maragojipe, que todos os anos recebe velejadores do Brasil e do mundo com a tradicional regata Aratu-Maragojipe, vai passar por reforma que contempla ponte móvel, flutuante para atracação, terminal com recepção, lanchonete, bilheteria e sanitários, além de urbanização com projeto paisagístico, bancos fixos e iluminação pública.

A licitação

As obras serão financiadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a licitação acontece nos moldes de Licitação Pública Nacional (LPN) conforme as políticas para aquisição de bens e contratação de obras financiadas pela instituição.

 

Salinas da Margarida

Com uma população de cerca de 15 mil habitantes, o destino que é banhado, de um lado pelo Rio Paraguaçu e, do outro, pela Baía de Todos-os-Santos, vai ganhar uma base náutica, que inclui ponte de acesso, ponte móvel, flutuante para atracação, urbanização com projeto paisagístico, bancos fixos e iluminação pública, galpões com 59 vagas secas e píeres com 19 vagas molhadas, oficina para manutenção de embarcações, depósitos e pátio de serviços, rampa de acesso ao mar, estacionamento com 83 vagas, terminal com recepção, lanchonete, bilheteria, sanitários e posto para abastecimento de embarcações.

5 comentários em “Cachoeira e Maragojipe receberão investimentos de R$28 milhões

  • setembro 10, 2019 em 1:56 pm
    Permalink

    Só espero que o governo do estado não esteja esquecendo que a Baía do Iguape é uma unidade de conservação federal que abriga mais de 96 comunidades tradicionais de pescadores artesanais e quilombolas, cerca de 5.300 famílias, e que o turismo nesta região deve ser étnico de base comunitária. Portanto, se estão pensando em navegar pelo Iguape com os seus mega navios, jet-ski, fazer mega shows nos portos da unidade de conservação, atrapalhando a atividade tradicional da pesca, alagando e afundando canoa de pescador, aviso que terão problemas.

    Resposta
    • setembro 10, 2019 em 4:57 pm
      Permalink

      Demorou ainda bem não saiu o projeto do papel e já tem os ativistas contra. E foda.

      Resposta
    • setembro 10, 2019 em 8:37 pm
      Permalink

      So mi responde uma coisa? essas comunidade de pescadores e quilombola são alto sustentavem o ta todo mundo escrito na bolça familia e reclamando de quem trabalha.

      Resposta
  • setembro 11, 2019 em 12:10 pm
    Permalink

    Todo progresso gera uma carga de destruição.
    O segredo está no equilibrio!…

    Resposta
  • Pingback:Deputado Robinson Almeida destaca agenda positiva para o recôncavo - Recôncavo Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *