Candeias: PRE pede cassação de Pitagoras e vice por abuso de poder econômico

A Procuradoria Regional Eleitoral da Bahia (PRE) pediu a cassação do prefeito de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), Pitágoras Alves da Silva Ibiapina, por abuso de poder econômico. Conforme parecer do procurador, os abusos teriam ocorrido em razão das eleições de 2016, em que o gestor venceu o pleito. No documento, o procurador regional eleitoral auxiliar Samir Cabus Nachef Júnior indica os abusos, que teriam ocorrido pela compra de apoio político e por prestação de serviços médicos.

No primeiro caso, detalha o parecer, as provas em áudios mostrariam oferta de dinheiro a integrantes do Partido Republicano Progressista (PRP) e do Partido Humanista da Solidariedade (PHS). Para o então presidente do PRP, municipal, Ivan Gomes Sales, haveria oferta de R$ 15 mil. Em relação a abuso econômico em serviços médicos, o parecer declara que Doutor Pitágoras, ainda na condição de vereador em 2015, percorreu o município em um projeto chamado de “Caravana da Saúde”.

Nessa ação, o acusado teria feito atendimentos domiciliares com pedidos de voto. Na Caravana, Pitágoras também teria usado talões do Sistema Único de Saúde (SUS) de forma irregular. Além do prefeito, o procurador também pede a cassação da vice-prefeita, Maria Márcia Gomes da Silva dos Santos, em afastamento por oito anos das funções públicas.

BahiaNoticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *