Atuação estratégica do MP garante festa mais segura em Cruz das Almas

Durante cinco dias de festas juninas nos municípios de Cruz de Almas e Senhor do Bonfim, as equipes do Ministério Público estadual, compostas por oito promotores de Justiça, vinte servidores, nove Policiais Militares e três fotógrafos, realizaram inspeções e fiscalizações das estruturas montadas e já existentes nos municípios para a oferta de serviços essenciais à população local e visitantes, garantindo a segurança e tranquilidade do evento festivo. As visitas resultaram em oito recomendações e uma requisição de instauração de inquérito policial, com o objetivo de solucionar as irregularidades encontradas.
Um dos resultados mais positivos foi a redução de ocorrências graves, relacionada à atuação conjunta do MP com instituições parceiras, como as Polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros, para conscientização da população quanto aos danos à integridade das pessoas e ao patrimônio público e particular causado pela “queima” de espadas juninas. O Ministério Público lançou este ano a campanha de conscientização ‘A vida vem antes da tradição’. A atuação estratégica, de prevenção e repressão, fez com que a prática ilegal da “guerra de espadas” não acontecesse em Senhor do Bonfim e tivesse uma redução significativa em Cruz das Almas. O baixo número de ocorrências registradas nas unidades de saúde locais aponta como a atuação rendeu benefícios às cidades. Em Cruz das Almas, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) registrou neste ano 52 casos de queimaduras, contra 90 no ano passado, considerando o período de 1º a 24 de junho. Já em Senhor do Bonfim, na noite em que acontece a “guerra de espadas”, dia 23, a UPA registrou apenas quatro pessoas feridas em decorrência de episódios isolados de “queima” do artefato explosivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *