Bahia perde por 2 a 0 para o Vasco, mas avança às quartas de final

Em um dos piores jogos do Bahia na temporada, a classificação às quartas de final da Copa do Brasil ficou por um fio na noite desta segunda-feira, 16. Diante do Vasco, no Rio de Janeiro, o Esquadrão perdeu por 2 a 0, mas passou de fase porque havia vencido na ida, na Fonte Nova, por 3 a 0.

Agora, o Tricolor vai enfrentar o Palmeiras. O primeiro jogo será disputado em Salvador, no dia 2 de agosto. A partida da volta será em São Paulo, no dia 16 do mesmo mês.

Antes, contudo, o Bahia foca no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, às 19h30, vai pegar a Chapecoense na cidade de Chapecó, pela 13ª rodada da competição.

O jogo

Mesmo com a pressão, o Esquadrão segurou o jogo até os 31 minutos, quando Nino Paraíba pagou caro por erro infantil quando tentava afastar a bola . Ele entregou a redonda a Andrés Ríos, que aproveitou o lance e buscou o drible diante do lateral, dentro da área.

Depois de um choque entre os jogadores, o árbitro Rafael Traci marcou um pênalti que não existiu. Yago Pikachu não quis saber e bateu no canto direito de Anderson para abrir o placar em São Januário.

O segundo gol do Vasco foi marcado aos 18 minutos do segundo tempo, quando Pikachu cobrou falta e Andrey subiu livre para cabecear firme. Anderson tocou na bola, mas não foi suficiente.

Além do péssimo desempenho em campo, o time comandado por Enderson Moreira foi atrapalhado pela arbitragem em outras situações. Foram seis cartões amarelos, alguns contestáveis. Traci ainda marcou faltas inexistentes e chegou a aplicar 13 minutos de acréscimos nos dois tempos.

O erro mais grave foi a expulsão de Léo nos minutos finais. Em um lance ríspido de Edson com Yago Pikachu, o lateral afastou a bola logo em seguida, mas levou o cartão vermelho direto. Pouco antes, o árbitro expulsara Ríos, do Vasco, de forma exagerada, outro erro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *