Fora de casa, Vitória perde por 2 a 1 para o Atlético-MG

Não foi dessa vez que aconteceu o primeiro triunfo do Vitória no Brasileirão. Fora de casa, contra um Atlético-MG que dominou a maior parte do jogo, o Leão foi derrotado por 2 a 1, em jogo válido pela segunda rodada da competição.

Ricardo Oliveira abriu o placar ainda na primeira etapa. Depois aproveitou o vacilo de Kanu para servir Roger Guedes, autor do segundo gol do Galo, já no segundo tempo. Nos minutos finais, Gabriel, marcou contra e deu números finais ao confronto.

Agora o Rubro-Negro volta suas atenções para Copa do Brasil. Na quarta-feira, 25, a equipe recebe o Corinthians, no Barradão, pelo jogo de ida da oitavas de final da competição.

O jogo

Com pouca criatividade dos dois lados, a bola parada era a principal aposta para abrir o placar nos primeiros 15 minutos. E o gol realmente veio em uma jogada área, mas com a bola rolando. Aos 19 minutos Gustavo Blanco fez bom lance pela esquerda, olhou para área a e cruzou na medida para Ricardo Oliveira, que cabeceou com categoria para marcar.

Os donos da casa seguiram melhor na partida e foram em busca do segundo gol, que quase veio com Otero. Primeiro ele acertou o travessão de Caíque em um chutaço de fora da área. Depois, já aos 43 minutos, colocou a bola na trave direita do goleiro rubro-negro.

Outro que também acertou a trave do Leão foi Gustavo Blanco. O volante apareceu na pequena área para completar cruzamento de Patric e quase ampliou o placar aos 31 minutos.

Nas poucas vezes em que chegou ao ataque durante o primeiro tempo, o Vitória não levou perigo ao gol defendido por Víctor. Tirando uma finalização de Kanu, em jogada que o zagueiro estava impedido e já não valia mais nada, o goleiro do Galo não precisou fazer nenhuma intervenção na partida.

No começo da segunda etapa, mais na base da vontade que da técnica, o Vitória conseguiu levar perigo ao gol adversário. Aos sete minutos Denílson recebeu bom passe na entrada da área, mas foi travado na hora do chute.

A medida que o tempo passava, no entanto, a disposição deixava de ser suficiente para se manter melhor que o adversário. Pouco a pouco o Galo foi equilibrando as ações e voltou a controlar o jogo.

Justamente quando os mandantes eram melhores, quase veio o empate do Leão. Gustavo Blanco errou passe no meio-campo e a bola ficou Neilton, que arrancou em direção ao gol. Na entrada da área, o camisa dez passou pelo zagueiro com um drible por baixo das pernas, e depois chutou na saída de Víctor. A bola chegou a tocar na trave antes de sair pela linha de fundo.

Pouco depois, aos 27 minutos da segunda etapa, foi a vez da defesa do Vitória errar. A diferença é que os atleticanos não perdoaram e ampliaram o placar.

Último homem, Kanu errou na saída e foi desarmado por Ricardo Oliveira. O atacante então foi até a linha de fundo e cruzou na medida para Roger Guedes, que se antecipou à marcação e marcou o gol.

Nos minutos finais o Leão voltou a exercer mais pressão à defesa do Galo e conseguiu descontar aos 41 minutos. Após cruzamento na área, Gabriel tentou impedir cabeçada de Baumjohann e marcou contra. Infelizmente, para os rubro-negros, o gol veio tarde demais e a partida terminou mesmo com o placar em 2 a 1 para o Galo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *