S. Francisco do Conde: Igreja e Convento de Santo Antônio estão interditados

Há 48 dias, moradores do município de São Francisco do Conde, no Recôncavo Baiano, não têm acesso à igreja frequentada há 399 anos. Em 29 de novembro do ano passado, o Convento e Igreja de Santo Antônio foi interditado devido aos riscos que a estrutura do imóvel apresenta. O Frei Hermano José, vigário da paróquia e que mora no local, se recusa a deixar o convento.

“Na vistoria foram constatadas rachaduras nas paredes. No altar, a madeira do teto tem risco de desabar e a cerâmica do piso está dilatada. Parte do telhado e parte do muro desabaram”, afirma Hebert Costa, diretor da Defesa Civil de São Francisco do Conde. O Convento e a Igreja, que datam de 1618, foram tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 17 de outubro de 1941. O Iphan, no entanto, diz não ter orçamento para recuperá-lo.
Questionado sobre quanto custaria a restauração do patrimônio, o diretor da Defesa Civil da cidade disse aind anão poder avaliar. “Além da situação estrutural, o convento tem azulejos portugueses, teto decorado e piso de cerâmica com detalhes em madeira, que são muito antigos e valiosos”.

De acordo com dados do Sistema de Informações do Patrimônio Cultural da Bahia (Sipac), o forro da Igreja de Santo Antônio é de abóbadas, com uma pintura ilusionista na nave atribuída a José Joaquim da Rocha, o mesmo que pintou o forro da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, em Salvador. A sacristia é totalmente azulejada.

Uma nova visita para avaliação da estrutura foi agendada para a próxima quarta-feira (10). Por meio de nota, Dom João Carlos Petrini, bispo da diocese de Camaçari, afirmou que o valor necessário para a realização das obras será estimado na ocasião.

“Um projeto será elaborado para a captação de verba junto ao Ministério da Cultura. A Diocese de Camaçari irá se empenhar com a Ordem Franciscana dos Frades Menores e Órgãos Públicos para viabilizar meios para restauração do Convento Santo Antônio, que é um Patrimônio Histórico e faz parte da vida do município de São Francisco do Conde”, disse o bispo.

Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *